memorial minas gerais vale - crédito Marden Couto

11 atrativos gratuitos para você visitar em Minas Gerais

Você sabia que é possível viajar gastando pouco? Listamos alguns passeios e pontos turísticos gratuitos pelo estado, que valem muito a pena conhecer.

São museus, praças, memoriais, parques e belas paisagens, que todo mundo pode visitar sem precisar colocar a mão no bolso. Confira!

 

Quer ter as melhores experiências em suas viagens por Minas? 

Clique aqui e compre nosso Guia exclusivo!

 

1 – Memorial Minas Gerais Vale, em Belo Horizonte

Este museu reúne cenários reais e virtuais para criar diferentes experiências e sensações aos visitantes, transitando entre os séculos XVIII e XXI. São 31 salas temáticas que envolvem os turistas de forma lúdica e abusando da tecnologia. O prédio é datado de 1987 e está situado na Praça da Liberdade, s/n.

memorial minas gerais vale - crédito Marden Couto

2 – Parte alta dos cânions, em Capitólio

A exuberante paisagem na parte alta dos cânions do Lago de Furnas realmente não há dinheiro que pague. A trilha é de fácil acesso e dura cerca de 3 minutos de caminhada. A recompensa são enormes paredões rochosos que chegam a 20 metros de altura, de onde despencam cascatas cristalinas.

canions de furnas - crédito Marden Couto

3 – Passadiço da Casa da Glória, em Diamantina

Uma bela passagem construída para ligar duas casas coloniais que tem muita história para contar. As casas que hoje são a sede do Instituto Casa da Glória já foram residências, orfanato e escola para meninas. Dizem que o passadiço foi construído para que as moças pudessem atravessar a rua longe dos olhares dos rapazes.

passadiço da gloria - crédito Marden Couto

4 – Praça Minas Gerais, em Mariana

Andar pelas cidades de Minas é respirar história. A Praça Minas Gerais é onde se concentra o maior patrimônio histórico de Mariana, as famosas igrejas de São Francisco e de Nossa Senhora do Carmo, o prédio da Câmara Municipal e o Pelourinho da cidade, local onde os escravos eram castigados no período colonial.

praça minas gerais - crédito Marden Couto

5 – Parque Ecológico Verner Grinberg, em Monte Verde

O parque abriga os picos mais altos da região: o Chapéu do Bispo, Pedra Redonda, Pedra Partida, Platô e Pico do Selado, que podem ser vistos da própria vila. Seu nome é em homenagem ao fundador da cidade, que veio da Letônia no século XX. O ecoturismo é um forte atrativo da região, com diversas opções de trilhas.

6 – Feira do Largo de Coimbra, em Ouro Preto

Localizada ao lado da Igreja de São Francisco de Assis, tem barraquinhas com peças de diferentes tamanhos feitos artesanalmente em pedra-sabão, de porta-joias a xícaras, vasos, jarras e até jogos de tabuleiro, reúne todos os dias mais de 50 expositores.

feira do largo de coimbra - crédito Marden Couto

7 – Parque José Affonso Junqueira, em Poços de Caldas

Um lugar para curtir a natureza e observar o clima de interior da cidade ao som dos pássaros. No centro da praça há uma grande fonte luminosa que complementa a paisagem e a noite é um espetáculo à parte.

parque jose affonso junqueira - crédito Marden Couto

8 – Bicame de pedra, em Catas Altas

Um grande aqueduto de pedra, construído com o objetivo de abastecer a cidade. Situado a 12 quilômetros de Catas Altas e datado de 1792 as ruínas do monumento se destacam em meio a paisagem. Através de uma escadaria em uma das laterais do aqueduto é possível acessar a parte superior.

bicame de pedras - crédito Marden Couto

9 – Casa do Mel, em Santa Bárbara

Referência em apicultura no país, um dos famosos atrativos da cidade é a Casa do Mel, uma excelente opção de passeio. O espaço é dividido em três: a Cozinha do Mel, local onde acontece os cursos permanentes de culinária, a Colmeia um roteiro com guias para conhecer o processo de produção do mel e, por fim, a Loja do Mel, que comercializa os produtos derivados do mel.

casa do mel - crédito Marden Couto

10 – Chafariz de São José, em Tiradentes

A construção é datada de 1749 e impressiona por sua grandiosidade e semelhança com a fachada de uma igreja. Recém reformada a construção em elementos barrocos e trabalhada em quartzito era fonte de abastecimento para a população local e para os animais. Acima há a imagem de São José de Botas, padroeiro dos bandeirantes.

11 – Parque Nacional da Serra do Cipó, em Santana do Riacho

Com 34 mil hectares, abrange nascentes, cânions, cachoeiras e riachos e é habitat de lobos-guarás e tamanduás bandeiras. A Serra do Cipó possui uma incrível diversidade de fauna e flora e também geológica com várias rochas-calcárias, quartzitos, granitos e solos.

serra do cipó - - crédito Marden Couto

Que tal aproveitar as nossas dicas para escolher o seu próximo destino de viagem? Compartilhe com seus amigos!

cta_finalpost_passeios_venda
Postagens relacionadas
estrada real - crédito marden couto
Estrada Real: 4 caminhos para você desbravar 
brumas hostel - credito divulgação
6 hostels para você economizar na hospedagem em terras mineiras
ebook expedição turismo de minas
[Lançamento] Ebook Expedição Turismo de Minas: bastidores, perrengues e surpresas
inhotim - credito Marden Couto
6 destinos bate e volta a partir de Belo Horizonte
chafariz do kaquende - credito Marden Couto
9 chafarizes mineiros para você matar a sede

Deixe seu comentário

Seu comentário*

Seu nome*
Sua página da Web