Max Oliveira, sócio fundador e CEO da MaxMilhas

Bate-Papo – Caderno de Turismo do Jornal Estado de Minas – 28/3/17

Max Oliveira, CEO da MaxMilhas

Como surgiu a ideia de criar a MaxMilhas?

A ideia surgiu quando, em 2013, eu queria visitar a minha namorada, atual esposa. Namorávamos a distância e eu tinha o hábito de comprar muitas passagens. Um dia, encontrei uma passagem com um bom preço e, em poucos minutos, a passagem aumentou muito. Me vi como qualquer brasileiro, refém dessa oscilação de preços. Ao pensar que poderia ligar para alguém e utilizar milhas de algum conhecido, tive a ideia de conectar quem quer viajar com mais economia a quem tem milhas para vender.

Como funciona a plataforma?

Hoje, atendemos com eficiência voos nacionais e internacionais que estejam associados às companhias aéreas Avianca, Azul, Gol e Latam. Ao acessar o site e realizar a busca pelo destino, apresentamos ao comprador um comparativo de preços com o valor praticado pela companhia aérea, a quantidade de milhas necessárias para aquele voo e o valor dessas milhas (o preço da MaxMilhas). Pelo comparativo, o interessado sabe se a melhor opção é pela MaxMilhas ou pela própria companhia aérea. A economia média que nossos compradores fazem ao comprar com a MaxMilhas é de R$550 por compra. Mas nem sempre vale a pena comprar em nossa plataforma e somos transparentes. Quando o valor direto na companhia aérea está mais barato, direcionamos sua compra para o site da própria empresa. Se optar pela MaxMilhas, ao escolher o voo, ele é direcionado para seguir com o processo de compra em nossa plataforma.

Quais as vantagens para os usuários?

Em nossa plataforma, é possível encontrar descontos reais de até 80%, sendo que na média, as pessoas que compram economizam 38%. Além disso, na outra ponta, o vendedor pode rentabilizar suas milhas pelo preço que escolher, com base na oferta de outros vendedores cadastrados no site, e, ainda, fazer parte da realização de outra pessoa. 

Hoje, quantas e quais companhias fazem parte do portfólio? 

Pela nossa busca, nosso cliente encontra voos nacionais e internacionais que estejam associados às companhias aéreas Avianca e Azul, Gol e Latam. Estamos ampliando a nossa atuação e, hoje, conseguimos emitir passagens de companhias internacionais. Para isso, o interessado deve mandar um e-mail para internacional@maxmilhas.com.br com a data e o trecho desejado.

Quantas passagens já foram vendidas através da plataforma e qual a expectativa de aumento para este ano?

Já intermediamos a emissão de mais de 300 mil passagens e a negociação mais de 3 bilhões de milhas. Para 2017, temos como objetivo seguir com nosso crescimento exponencial. Em apenas quatro anos de atuação, nossa startup dobrou de tamanho a cada semestre de vida e chegou ao patamar de R$ 100 milhões em vendas, em 2016, com mais de 200 mil usuários cadastrados. 

 

Qual o faturamento da empresa em 2016 e a porcentagem de crescimento para 2017?

Em 2016 alcançamos o patamar de 100 milhões de reais em venda. Obviamente, apenas uma parte dessa venda vira de fato faturamento. Mas, ficamos bem felizes com esse resultado. Pretendemos quadruplicar de tamanho em 2017.

Vocês pretendem expandir a empresa para outros países?

Sim. Enxergamos uma oportunidade muito grande de expansão para outros países uma vez que não existe nenhum empresa operando com nosso modelo de negócio no restante do mundo ainda. Começamos esse estudo e já mapeamos algumas opções para o começo dessa expansão. Ainda em 2017, vamos realizar os primeiros testes de mercado para conseguirmos, no fim do ano, decidir para onde será a primeira expansão, o que pretendemos fazer com força total em 2018.

O que representa o mercado mineiro na participação da MaxMilhas no Brasil?

Sobre o mercado de turismo em si, Belo Horizonte é o nosso quarto maior destino mais vendido nos últimos 12 meses e também é a nossa quarta maior origem. Esse indicativo revela também como Minas Gerais está não só na rota turística, mas também na rota de viagens a negócios. A capital é considerada o polo das startups. São mais de 400 startups concentradas na cidade, e essa atmosfera de inovação fortalece não só a criação, mas o crescimento de empresas com modelo de negócio disruptivo como a nossa. 

 

Quais os três destinos nacionais e os três internacionais mais vendidos?

Nos últimos 12 meses, São Paulo, Rio de Janeiro e Brasília, nessa ordem, foram os destinos nacionais mais vendidos. Belo Horizonte, Recife e Porto Alegre seguem na lista. Os destinos internacionais que encabeçam a preferência dos nossos clientes são Buenos Aires (Argentina), Santiago (Chile) e Miami (EUA), seguido por Lima (Peru) e Nova Iorque (EUA). 

 

Em qual programa de milhagem a MaxMilhas mais realiza operações?

Atualmente, temos uma distribuição bem equiparada entre as quatro companhias aéreas nacionais. A liderança oscila entre a Multiplus e o TudoAzul ao longo do tempo, mas em diferenças pequenas entre todas elas.

 

Na sua avaliação, qual o melhor programa de milhagem para o usuário no Brasil e no exterior e por que?

Depende do interesse de cada pessoa. Se é viajar com suas milhas, depende de quais destinos você faz com frequência. Para voos internacionais, a Multiplus apresenta mais opções, mas a Smiles tem mais parceiras que você compra pelo site dela. Para voos nacionais, muitos destinos só tem a Azul. Mas, de uma forma geral, acredito que o TudoAzul tem se destacado. 

Não é  à toa que ele venceu todas as categorias da última pesquisa dos melhores destinos (http://www.melhoresdestinos.com.br/melhor-programa-milhas-2016-2.html). Ela tem crescido bastante e disponibilizados voos em milhas de forma bem vantajosa para os clientes (valores bem acessíveis para voos muito bons).

Qual o maior desafio na MaxMilhas?

Acreditamos que as pessoas merecem viajar mais. Esse é o nosso propósito. Tornar real o desejo de viajar para todo mundo é o nosso maior desafio. A nossa expectativa é que mais pessoas conheçam a MaxMilhas para que mais pessoas possam viajar com mais economia. 

 

Quais os aplicativos você mais usa no dia dia?
WhatsApp é o campeão, acredito que de quase todo mundo atualmente. Várias questões da empresa resolvo por ele rapidamente no meu dia a dia. Mas Spotify é o meu preferido. A música é o meu maior hobby, aliás, gosto tanto de música que me arrisco a compor às vezes e, recentemente, coloquei minhas próprias músicas nesse aplicativo, com o nome artístico de Max Gaudereto. Waze e Uber também são frequentes e os aplicativos das redes sociais, não tanto quanto a média da nossa geração.

Quais os destinos preferidos de viagem, em Minas, no Brasil e no exterior?

Eu sempre viajei muito. Já morei nos Estados Unidos e na Europa, então consegui conhecer muitos lugares. Porém desde que abri a MaxMilhas, tenho trabalhado para que outras pessoas tenham essas experiências. Adoro a Itália, se pudesse voltaria lá todo ano. No Brasil, recentemente, conheci Bonito e achei maravilhoso (aliás, comprei a passagem de BH para Bonito com 87% de economia na MaxMilhas, é sério!). Em Minas, adoro Lavras Novas, Ouro Preto, aquela região montanhosa e bem friazinha.

 

PARA VER A EDIÇÃO COMPLETA, CLIQUE AQUI.

Postagens relacionadas
TGV Lyria - Interlaken - Rail Europe
EMBARQUE – CADERNO DE TURISMO DO JORNAL ESTADO DE MINAS – 4/4/17
backer-mesa-degustacao
Embarque – Caderno de Turismo do jornal Estado de Minas – 13/12/16
pala-cio-tangara-exterior
EMBARQUE – CADERNO DE TURISMO DO JORNAL ESTADO DE MINAS – 11/4/17
Paulo Rangel, do BH Airport; Antonoaldo Neves, da Azul Linhas Aéreas; Daniel Marques, da Secretaria de Turismo de MG e Jose Cafiero, do consulado da Argentina em BH (Fotos: Marden Couto/TM)
Desembarque – Caderno de Turismo do Jornal Estado de Minas – 14/2/17
latorreresorttrailerhappyhourparque1
Embarque – Caderno de Turismo do Jornal Estado de Minas – 3/1/17

Deixe seu comentário

Seu comentário*

Seu nome*
Sua página da Web