carrancas - credito Marden Couto

Carrancas: o que fazer na cidade das cachoeiras

Famosa pelo grande número de cachoeiras, Carrancas é uma cidade localizada no sul de Minas Gerais, na Bacia Alto do Rio Grande, que vem ganhando espaço no circuito turístico dos viajantes, principalmente pelos amantes da natureza.

Seu nome curioso remonta à época das bandeiras, pois a presença dos minérios e seu potencial fértil atraíram muitos bandeirantes para a região. As escavações realizadas na serra mais próxima fizeram com que duas grandes rochas tivessem feições parecidas com enormes rostos rústicos, para quem as via de longe, dando origem ao nome da cidade.

As atrações turísticas são inúmeras, entre as serras e cachoeiras, um leque de opções tanto para quem busca aventura, quanto tranquilidade, em um mesmo destino. As paisagens são encantadoras e serviram até de cenários para as gravações de diversas novelas.

 

Quer ter as melhores experiências em suas viagens por Minas? 

Clique aqui e compre nosso Guia exclusivo!

 

PRINCIPAIS ATRATIVOS DE CARRANCAS

Complexo da Zilda

Com uma extensão de dois quilômetros, a cachoeira da Zilda é a principal atração do complexo que leva o mesmo nome. É preciso atravessar um rio e percorrer uma trilha por 15 minutos para se chegar à queda das águas, que formam um poço e uma prainha. No caminho é possível encontrar pinturas rupestres nos paredões e pequenas quedas d’água para se refrescar. O Complexo ainda conta com a Cachoeira dos Anjos, a Racha da Zilda e um escorregador natural de dez metros, diversão garantida para todas as idades.

complexo da zilda - credito Marden Couto

Cachoeira da Zilda – Foto: Marden Couto/Turismo de Minas

 

Cachoeira da Esmeralda

Com água cristalina e de coloração esverdeada, fazendo jus ao nome, esta cachoeira é uma excelente opção para o passeio em família. A queda d’água forma o poço da Esmeralda e faz parte do Complexo da Vargem Grande. A trilha de acesso é tranquila e possui bastante espaço para nadar e curtir a natureza ao redor. É uma das atrações imperdíveis.

cachoeira da esmeralda - credito Marden Couto

Cachoeira da Esmeralda – Foto: Marden Couto

 

Cachoeira da Fumaça

Um dos cartões postais da cidade, a Cachoeira da Fumaça faz parte do complexo de mesmo nome que inclui outras cachoeiras: Fundo da Fumaça, Fumaça de Cima, Véu da Noiva e Luciano. A força da queda d’água e a dimensão da cachoeira surpreende os turistas. Seu nome é derivado da névoa que surge do forte choque das águas com as pedras, se assemelhando a “fumaça”. Atualmente está imprópria para banho.

 

Cachoeira do Tira-Prosa

Todo mineiro que se preze adora tirar um ‘dedinho de prosa’. Esta famosa cachoeira é uma homenagem ao antigo morador Sebastião Guimarães Monteiro, que vivia em uma pequena casa nas proximidades e conversava com os turistas que passavam pelo local. Situada a 3 km do centro da cidade, é uma ótima opção para quem gosta de aproveitar as piscinas naturais. Os turistas ainda podem visitar o Poço da Canoa, do Remo e do Pulo.

 

LEIA TAMBÉM – 3 cidades mineiras que atraem místicos e alternativos

 

Chapada dos Perdizes

O ponto mais alto da cidade, proporciona uma das mais belas paisagens. A Chapada dos Perdizes é formada pelo conjunto das Serras das Broas, do Moleque e do Abanador, esta última com cerca de 1.590 metros de altitude. Visita indicada para quem adora uma aventura, pois dá pra pedalar mais perto da natureza.

chapada dos perdizes - credito Marden Couto

Chapada dos Perdizes – Foto: Marden Couto

 

Nascente do Rio Capivari e Cachoeira Grande

A nascente do Rio Capivari está situada na região da Bacia do Rio Grande, uma das grandes responsáveis pela energia hidrelétrica produzida no estado. O Rio Capivari forma várias cachoeiras com paisagens paradisíacas. A Cachoeira Grande é uma série de pequenas quedas d’água e a maior delas possui cerca de 10 metros de altura.

cachoeira alta - credito Marden Couto

Nascente do Rio Capivari e Cachoeira Grande – Foto: Marden Couto

 

Fazenda Grão Mogol

Fundada no século XVIII, durante o Brasil Imperial, a Fazenda Grão Mogol conta com mais de 20 cachoeiras e poços de águas cristalinas, formando uma paisagem incrível. O complexo está situado em uma antiga propriedade privada e o acesso só é permitido com os guias da região. É um dos atrativos favoritos dos turistas.

 

Artesanato 

Depois de conhecer as cachoeiras e um pouco mais da região é normal querer levar algumas lembrancinhas. Em Carrancas é possível encontrar lindos artigos de arte talhada na madeira e na palha, cristais e peças artesanais feitas de fuxicos. 

 

Igreja Nossa Senhora da Conceição de Carrancas

A igreja é patrimônio histórico da cidade, toda feita de quartzito, formada por blocos de até uma tonelada. Foi construída na primeira metade do século XVIII e está localizada na Praça Manoel Moreira, no coração da cidade.

igreja de carrancas - credito Marden Couto

Igreja Nossa Senhora da Conceição de Carrancas – Foto: Marden Couto

 

LEIA TAMBÉM – Juruaia: onde fica a cidade da lingerie?

 

Onde comer

Restaurante da Toca, que serve a deliciosa lasanha de peixe com berinjela.

Onde se hospedar

Pousada Além das Formas, que tem pegada esotérica, vários chalés e café da manhã com quitutes preparados no local. www.pousadaalemdasformas.com.br

Consulte outras opções de pousadas e valores aqui!

 

Passeios

A Poliana Turismo e Eventos oferece todos os passeios citados e outros mais. Disponibiliza carros 4×4 e guias que contam as histórias da cidade. www.polianaturismoeeventos.com.br

 

Que tal se programar pra conhecer Carrancas? Chame seus amigos! Tem outras dicas sobre a cidade? Conta pra gente nos comentários!

 

No novo GUIA DE VIAGEM MINAS GERAIS tem mais dicas sobre o estado. Clique aqui e receba em sua casa o único guia turístico do estado, com destinos imperdíveis, roteiros temáticos, dicas de blogueiros, receitas típicas, paradas nas estradas, dicionário de mineirês e mapas de Minas Gerais e da Estrada Real! 

cta_finalpost_passeios_venda
Postagens relacionadas
mariana - credito Marden Couto
Mariana é história pura a cada esquina
bichinho - crédito Marden Couto
Bichinho: a terra do artesanato mineiro
Uberlândia
Uberlândia
Serro - credito Marden Couto
Serro: queijo, ladeira e muita história!  
monte verde - credito Marden Couto
Monte Verde: a vila mais charmosa de Minas Gerais 
8 Comentários

Deixe seu comentário

Seu comentário*

Seu nome*
Sua página da Web