piranguinho, capital do pé de moleque - credito Marden Couto

Conheça as famosas capitais mineiras

Algumas cidades ganham destaque no mapa pela produção de um determinado produto, seja artesanato, fruta, doce entre outros itens. Em Minas Gerais isso não é diferente, existem vários municípios que são consideradas capitais de produtos específicos. Listamos algumas destas cidades para você conhecer um pouco do que existe e é produzido em nossas terras!

 

Belo Horizonte – Capital dos Botecos

Já que Minas não tem mar, vamos para o bar. Esta premissa é muito conhecida no estado. Na capital mineira o surgimento de bares em grande número fez com que a cidade ficasse conhecida como a Capital dos Botecos. Em cada esquina é possível encontrar um exemplar do tradicional botequim. Eles fazem tanto sucesso que desde 2000 existe o Comida di Buteco, um concurso para eleger o melhor prato entre os estabelecimentos locais. 

 

Borda da Mata – Capital do Pijama

A cidade faz parte do Circuito Turístico das Malhas do Sul de Minas, e ficou conhecida como a Capital Nacional do Pijama, pois se destaca pela produção de pijamas e tecelagens, ramo que movimenta a economia local e atrai turistas para as compras destes itens.

 

Estiva – Capital do Morango

A cidade é considerada Capital do Morango, pois foi o primeiro município a plantar a fruta em Minas Gerais na década de 60. No mês de setembro acontece a tradicional Festa do Morango, com shows, vendas de produtos à base de morango, uma competição para eleger o melhor produtor local e outra para premiar o melhor prato realizado com a fruta.

 

Inconfidentes – Capital do Crochê

A cidade faz parte do Circuito Turístico das Malhas do Sul de Minas e é um dos maiores produtores de crochê, malhas, fios, fibras e tapetes do sul de Minas Gerais. Todos os anos realiza o evento Crochê Malhas, com o objetivo de aumentar o turismo de compras na região.

 

Jacutinga – Capital das Malhas

A presença de centenas de confecções e pontos de venda coloca a cidade como referência na produção de malhas e atrai muitos turistas e atacadistas. A FestMalhas, evento que acontece todos os anos na cidade, é reconhecida como a maior feira de malhas retilíneas do país.

 

Japonvar – Capital Nacional do Pequi

A fruta considerada o ouro do cerrado é muito encontrada na região de Japonvar, região norte do estado. A grande presença do fruto fez com que a cidade ganhasse o título de Capital Nacional do Pequi. São muitas famílias que vivem da produção da fruta e desde 2004 existe a Cooperativa dos Produtores Rurais de Japonvar.

 

Juruaia – Capital da Lingerie

A cidade é ótima opção para comprar roupas íntimas de qualidade e com bom preço, por ser direto na fábrica. São diversas lojas e fábricas muito procuradas por pessoas interessadas na revenda destes produtos.

 

Mirabela – Capital Nacional da Carne de Sol

A qualidade da carne de sol na cidade é reconhecida em todo o estado. A pecuária movimenta a economia do município do norte de Minas e atrai turistas para comprar a carne e também experimentar as receitas feitas com a iguaria. 

 

Monte Sião – Capital Nacional da Moda Tricô

Conhecida como a Capital Nacional da Moda Tricô, a cidade possui diversas fábricas que produzem roupas de malha e de tricô. No mês de junho, acontece a Feira Nacional do Tricô (Fenat), evento que reúne mais de 50 mil visitantes interessados na produção local.

 

Nova Serrana – Capital dos Calçados

A produção de calçados, principalmente os esportivos, movimenta a economia da cidade. Todos os anos a Feira de Calçados de Nova Serra (Fenova) apresenta os últimos lançamentos para a coleção outono/inverno. Conta com a participação de várias marcas, além de propiciar novos negócios e o contato entre lojistas e indústrias do setor. O grande número de lojas é um convite ao consumo de produtos de qualidade e preço bom.

 

Piranguinho – Capital do Pé de Moleque

A cidade é famosa pela produção do pé de moleque e tem esse preparo artesanal tombado como Patrimônio Cultural e Imaterial do Estado de Minas Gerais.  A pioneira foi a Barraca Vermelha, que começou a produzir e a vender  os doces em 1936. Todos os anos acontece a Festa do Pé de Moleque, no mês de junho. 

 

Salinas – Capital da Cachaça

A cidade é a maior produtora de cachaça de alambique do país e desde 2012 possui um museu de 13 mil m² que reúne 1.700 rótulos, que podem ser degustados. Há também uma instalação para promover, exclusivamente, a produção mineira, com 1.750 garrafas.

 

Santa Rita do Sapucaí – Capital dos Eletrônicos

A cidade é famosa pela vanguarda no segmento de eletrônica e telecomunicações. Hoje em dia é conhecida como Vale da Eletrônica, um dos principais polos de tecnologia do Brasil, reconhecido até no exterior. Os produtos são exportados para mais de 40 países.

 

Santo Antônio do Monte – Capital dos Fogos de Artifício

A cidade, localizada no centro-oeste mineiro, é responsável pela produção de 90% dos fogos de artifício utilizados no país. A produção iniciou na década de 30 e desde então é a atividade que alavanca a economia local. Na cidade está localizado o único centro tecnológico em pirotecnia da América Latina. 

 

Teófilo Otoni – Capital das Pedras Preciosas

A fama da cidade deve-se a variedade e a qualidade dos minerais encontrados na região. Teófilo Otoni também é polo de lapidação de gemas e possui centenas de casas que atuam nesse segmento, além de um grande número de empresas, lojas e corretores autônomos que comercializam os minerais.

 

Timóteo – Capital do Aço Inox

Situada na Bacia do Rio Doce, região siderúrgica do estado, a cidade possui a economia fortemente ligada à indústria, principalmente, a uma grade produtora de aço inoxidável, de onde nasceu a fama de Capital do Aço Inox.

 

Ubá – Capital Moveleira

Maior polo moveleiro do estado, localizado na região da Zona da Mata Mineira, a cidade se destaca pelo grande centro comercial e industrial. A região foi se desenvolvendo mediante investimentos de marceneiros e empreendedores, que instalaram as suas empresas na região. Em Ubá acontece a Feira de Móveis de Minas Gerais (Femur), maior feira moveleira do estado.

 

Uberaba – Capital do Zebu

A agropecuária movimenta a economia de Uberaba, a cidade é polo na criação, desenvolvimento genético e comercialização do zebu, tendo sido escolhida como sede da principal e maior central de inseminação pecuária do país. No mês de maio sedia a Expozebu.

 

Você conhece alguma destas capitais? Conta pra gente nos comentários!

cta_finalpost_passeios_venda
Postagens relacionadas
erros de viajantes - credito Marden Couto
12 erros que quase todo viajante comete
alfenas - credito Marden Couto
4 cidades mineiras para se viver depois de aposentar
camping veu da noiva
10 lugares para você acampar em Minas Gerais
são thomé das letras - credito marden couto
3 cidades mineiras que atraem místicos e alternativos
Passadiço da Glória, em Diamantina - crédito Marden Couto
12 experiências românticas para você viver em Minas Gerais

Deixe seu comentário

Seu comentário*

Seu nome*
Sua página da Web