estrada real, caminho do sabarabuçu - credito Marden Couto

Estrada Real: desvende o Caminho do Sabarabuçu

Hoje vamos falar sobre o último caminho da Estrada Real, o Caminho de Sabarabuçu. Há cerca de 300 anos, viajantes observaram algo brilhante no alto da Serra da Piedade e, pensando ser ouro, criaram uma via alternativa denominada Caminho de Sabarabuçu. Ao chegarem ao local, perceberam que o que refletia à luz do sol era minério de ferro.

O trajeto possui 160 km, que pode ser percorrido de diferentes formas. O viajante que realiza o percurso de carro necessita de 2 dias, caso queira se exercitar e sentir o vento bater no rosto, o trajeto de bicicleta dura 4 dias, a cavalo o viajante consegue percorrer todo o caminho em 6 dias e a pé em 11 dias. Se a última opção for a escolhida, a dica é iniciar o percurso de Glaura e seguir em direção a Cocais.

Confira as cidades que fazem parte do Caminho de Sabarabuçu e programe-se para conhecer a região. Veja também o que falamos sobre os outros três caminhos: Velho, Novo e Diamantes

 

Quer ter as melhores experiências em suas viagens por Minas? 

Clique aqui e compre nosso Guia exclusivo!

 

Cocais

Situado a cerca de 100 km da capital mineira, o pequeno distrito de Cocais, pertence a Barão de Cocais e é cercado por belas paisagens. Com características bem interioranas, possui uma população acolhedora e belos coqueiros, que deram origem ao nome do local. As principais atrações são os casarões do período colonial e as igrejas barrocas tombadas pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico de Minas Gerais (IPHAN).

 

Caeté
Uma das mais antigas cidades mineiras, a pequena e tranquila Caeté, retrata bem o passado de Minas Gerais. Para isso, a cidade conta com vasto patrimônio histórico, cultural e ambiental, com grande parte deste acervo ainda muito bem conservado. Na cidade também está localizada a Serra da Piedade, que é considerada um importante marco turístico, religioso e ambiental do estado. Em seu topo está o Santuário de Nossa Senhora da Piedade, padroeira de Minas Gerais.

 

Sabará
Integrando a região metropolitana de Belo Horizonte é constituída pelos distritos de Ravena, Carvalho de Brito e Mestre Caetano. Além das belezas naturais, Sabará conserva muita história em suas ruas, principalmente no centro da cidade. Casarões, igrejas e capelas setecentistas encantam os visitantes pela sua imponência. Com mais de 300 anos de história, Sabará se destaca pela riqueza cultural e também pelos eventos gastronômicos, que ressaltam os ingredientes locais e são imperdíveis.

 

Nova Lima

Ao lado da capital, 23 km, a cidade de Nova Lima é polo de várias cervejarias artesanais. Os estabelecimentos oferecem beer tours para que os turistas conheçam todo o processo de produção, além de degustar alguns rótulos. A cidade também atrai muitos turistas pelas belezas naturais da região, principalmente para o distrito de Macacos.

 

Rio Acima

Cercada por cachoeiras e nascentes, Rio Acima é uma cidade que possui todo o seu território em uma Área de Proteção Ambiental, que engloba 14 municípios da Região Metropolitana de Belo Horizonte. Situado a 34 km da capital mineira, a cidade respira história. O conjunto arquitetônico setecentista possui igrejas, ruínas, estação ferroviária, capelas e casarões.

 

Itabirito
Bem próximo da capital mineira está Itabirito, cidade sede da Fábrica da Felicidade da Coca-Cola, que tem um passeio interativo, e a Mercearia Paraopeba, uma típica venda mineira. As belezas naturais também atraem os turistas como a Cachoeira da Carranca, com queda de 15 metros e poço de águas tranquilas é ideal e seguro para o banho das crianças. O nome da cachoeira se deve a escultura esculpida na pedra pela força das águas, que é semelhante a uma carranca. Fica no distrito de Acuruí e o acesso é fácil.

 

Glaura

O charmoso vilarejo de Glaura, pertencente a Ouro Preto, também é chamado de Casa Branca. Está localizado a 26 km da Ouro Preto e é um dos distritos mais antigos. Em suas estradas aconteceram grandes disputas por causa da posse das terras mineiras, como a Guerras dos Emboabas. Foi um importante ponto e passagem dos bandeirantes.

 

Brumadinho

A 60 km de distância da capital, a cidade é bastante conhecida por ser sede do Instituto Inhotim, combinação de museu de arte contemporânea com jardim botânico, que reúne cerca de 500 obras de mais de 100 artistas. A intensa produção de cachaça também é marca registrada do pequeno município e os turistas podem se deliciar pela Rota da Cachaça e conhecer um pouco mais das etapas da produção e envelhecimento da cachaça artesanal.

 

Que tal se aventurar pelos Caminhos da Estrada Real e rechear o passaporte de carimbos? Já fez algum desses caminhos? Conta pra gente nos comentários!

cta_finalpost_passeios_venda
Postagens relacionadas
cachoeira casca d'anta
Top 7 cachoeiras em Minas Gerais para visitar
expedição turismo de minas
1 ano da Expedição Turismo de Minas
parque nacional da serra da canastra - crédito Marden Couto
5 motivos porque amamos viajar de carro por Minas Gerais
divulgação ville celestine
14 dicas de hotéis para se hospedar em Belo Horizonte
bh shopping - credito Marden Couto
19 shoppings para você passear em Minas

Deixe seu comentário

Seu comentário*

Seu nome*
Sua página da Web