Ouro Preto

Ouro Preto

É uma linda cidade histórica que conta com o maior conjunto homogêneo da arquitetura barroca do Brasil, encravada em meio às montanhas de Minas Gerais. Uma boa parte da história da mineração do ouro no século 18 na capitania das Minas, o barroco e o rococó na decoração dos seus templos e as valiosas peças de seus acervos tornam Ouro Preto um museu a céu aberto, um templo da tradição e da cultura mineira. Elevada a Vila Rica do Pilar em 1711, a cidade já foi capital de Minas Gerais. Foi também o berço de grandes manifestações políticas como a Inconfidência Mineira.

Um dos principais destinos turísticos do Estado, senão o principal, foi a primeira cidade brasileira a ser reconhecida mundialmente por sua representatividade histórica e recebeu o título pela Unesco de Patrimônio Histórico e Cultural da Humanidade em 1980. Depois do reconhecimento, suas igrejas e ladeiras passaram a receber visitantes de todos os lugares do mundo, que procuram o belo e homogêneo conjunto arquitetônico e as notáveis manifestações de arte sacra, como as obras dos mestres Aleijadinho e Ataíde.

Ouro Preto

Casario Colonial (Fotos: Sergio Mourão)

Principais atrativos de Ouro Preto

Um passeio pela cidade remete a uma viagem no tempo. Os turistas ficam fascinados ao caminhar pelas ladeiras do centro para conhecer o casario colonial. A simplicidade e a simpatia são características do povo acolhedor.

O primeiro passo para apreciar Ouro Preto é gostar de arquitetura e história. O principal ponto de referência turística da antiga Vila Rica, que já foi a próspera capital da província e do estado de Minas Gerais, é a Praça Tiradentes, hoje sede de grandes eventos e shows. Ao redor dela, o genuíno casario setecentista completa o cenário, com o Museu da Inconfidência, o principal marco de Ouro Preto. Ali estão expostos documentos, oratórios, armaria, pinturas e objetos variados, como um relógio de Tiradentes. O acervo ainda conta com mobiliário da época e peças extraordinárias de Aleijadinho e Athaíde.

Museu da Inconfidência

Museu da Inconfidência

Na Igreja São Francisco de Assis, estão obras-primas dos dois grandes mestres da arte colonial mineira, Mestre Antônio Francisco Lisboa, o Aleijadinho e Mestre Ataíde.

Para se ter uma ideia, a Igreja de São Francisco de Assis foi eleita uma das sete maravilhas de origem portuguesa e é a mais famosa da cidade. Exemplar do rococó mineiro, de construção iniciada em 1766, o templo tem o projeto assinado por Aleijadinho. São também dele as esculturas da portada e dos púlpitos. Ao visitá-la, aproveite para conhecer a feirinha de artesanato em pedra-sabão, que fica em frente, no Largo do Coimbra.

A Igreja de Nossa Senhora do Carmo é um pouco menos ornamentada que suas irmãs, em estilo barroco-rococó, mas também vale a visita.

Igreja São Francisco de Assis

Igreja São Francisco de Assis

Já a Matriz Nossa Senhora do Pilar tem mais de 400 quilos de ouro em seus altares, que somam seis. Suas curvas e detalhes expressam bem o barroco brasileiro. O Museu de Arte Sacra fica no subsolo e reúne importante acervo de objetos e imagens do século 18, como de Nossa Senhora do Pilar, Santa Bárbara e Nossa Senhora da Conceição. Por sua vez, o Museu do Oratório conta com mais de 160 oratórios dos séculos 17 a 20.

No campo arquitetônico, ainda vale visitar o Largo do Rosário, que é a exata tradução da engenhosidade da arquitetura colonial mineira. Não tão distante dali, está a casa onde viveu Tomás Gonzaga e o Museu Casa dos Contos, uma antiga casa de pesagem e fundição do ouro extraído na região. O lugar também serviu de prisão aos inconfidentes e hoje exibe o forno que derretia o ouro e mobiliário dos séculos 18 e 19, assim como livros e documentos. No subsolo fica a senzala.

Por falar em ouro, as minas da região são outro atrativo. Chico Rei, Velha e Du Veloso ficam próximas do centro histórico.

Casa da Ópera

Casa da Ópera

O Teatro Municipal ou Casa da Ópera é considerado o mais antigo teatro das Américas em funcionamento.

Além das belas montanhas, o município de Ouro Preto possui diversas cachoeirastrilhas seculares e matas nativas preservadas graças à criação de parques estaduais. Alguns dos seus 13 distritos, a poucos quilômetros da cidade também oferecem atrativos, artesanato, além do clima e da beleza natural. Neste quesito destacam-se os distritos de Lavras Novas, Cachoeira do Campo, Glaura, Amarantina e Santo Antônio do Leite.

O Parque Estadual do Itacolomi oferece atividades como caminhadas acompanhadas por monitores que começam no Centro de Visitantes. O roteiro histórico passa pela Casa Bandeirista e pelo Museu do Chá, na Fazenda do Manso. Há trilhas curtas e longas, que passam por nascentes e mirantes. A maior atração do parque é chegar ao Pico do Itacolomi, a 1772 metros de altitude.

Parque Estadual do Itacolomi

Parque Estadual do Itacolomi

Mas como a cidade não vive somente do passado, a programação cultural é intensa e ocorre durante todo ano. Os principais são o Carnaval, a Semana Santa, a Mostra de Cinema, o Festival de Inverno, o Festival Mimo, o Tudo é Jazz e o Fórum das Letras.

Mariana

O turista pode pegar a Maria Fumaça e conhecer a cidade vizinha Mariana, primeira capital de Minas Gerais. Com uma hora de duração, a viagem é feita em vagões panorâmicos. Em Mariana vale a pena conhecer a Mina da Passagem, a maior mina de ouro aberta a visitação do mundo. A descida para as galerias subterrâneas, onde se vê um maravilhoso lago natural, é feita por um trenzinho, que percorre 315 metros de extensão e atinge 120 metros de profundidade.

Mariana foi uma das mais ricas cidades de Minas. Um pouco desse passado importante permanece na Sé – sede da arquidiocese de Mariana. Outras atrações estão todas em torno da praça Minas Gerais, como igrejas e o pelourinho que juntas contam um pouco da história da cidade e seu passado colonial.

Mariana

Praça Minas Gerais

Serviço:

Site oficial: www.ouropreto.mg.gov.br

Fundação da cidade: 8/7/1711

Temperatura média: 17º C

Distância de Belo Horizonte: 89 km

cta_finalpost_passeios_venda
Postagens relacionadas
Serra do Cipó - credito Sergio Mourão
Serra do Cipó
ouro preto - credito Marden Couto
Ouro Preto: descubra o que fazer pelas ladeiras históricas
Diamantina - Passadiço da Glória
Diamantina
Juiz de Fora
Juiz de Fora
Sete Lagoas
Sete Lagoas

Deixe seu comentário

Seu comentário*

Seu nome*
Sua página da Web