canela-de-ema-credito marden couto

Que tal se aventurar em Minas neste verão? 

O mar de montanhas entrelaçado por rios e cachoeiras e ornado pela vegetação ora da mata atlântica, ora do cerrado, cria em Minas Gerais o cenário propício para viajantes que buscam aventura e contato com a natureza.

Se você é daqueles que adora adrenalina, aqui é o seu lugar. Dá pra praticar voo livre, escalada, rapel, tirolesa, arvorismo, rafting, boia-cross, paraquedismo, e muitos outros esportes de aventura.

Escolha a modalidade, coloque o protetor solar na mala e venha curtir Minas Gerais!

Voo livre

Em Governador Valadares o voo livre a partir do Pico da Ibituruna, tem 1.123 metros de altitude e quatro rampas para saltos. A Serra da Moeda tem uma rampa natural com os seus 1.500 metros de altitude para saltos de asa delta, parapente e paratrike. Em Sete Lagoas, a Serra de Santa Helena tem cerca de 1.000 metros de altitude, de onde decolam voos de parapente. Em Carrancas há a possibilidade de se fazer voo de parapente sobre a Represa de Camargos. E em Andradas, asas delta e parapentes colorem o Pico do Gavião.

Voo livre em Sete Lagoas - Foto: Marden Couto/TM

Voo livre em Sete Lagoas – Foto: Marden Couto/TM

 

Arvorismo e Tirolesa

Para quem curte pular de galho em galho, em Caeté, no Canela de Ema, tem um grande circuito de arvorismo, com sete etapas. Em Bueno Brandão, no Parque dos Sonhos, o destaque é a tirolesa voadora, na qual você vai deitado de bruços. Em Monte Verde duas tirolesas, de 450 e 475 metros de comprimento, atravessam um vale de eucaliptos a 70 metros de altura. E em BH tem a recém-inaugurada tirolesa do Mirante do Mangabeiras.

Arvorismo no Canela de Ema, em Caeté - Foto: Marden Couto/TM

Arvorismo no Canela de Ema, em Caeté – Foto: Marden Couto/TM

 

Escalada e Rapel

Na Serra do Cipó é possível fazer escaladas no Morro da Pedreira ou Pedrão, neste último também é possível praticar rapel. Em Carrancas o rapel de 25 metros é feito na Cachoeira dos Anjos.

credito-trekking-cipo

Escalada- Foto: Divulgação

Rafting

A dica é aventurar-se pelas corredeiras do Rio Jaguari em um passeio de rafting, que percorre 12 km de leito entre Extrema e Camanducaia, com duração de duas horas e meia, em média. Os passeios acontecem entre dezembro e maio, quando o volume das águas é maior.

Extrema _ MG, 15 de Julho de 2008 Imagens para campanha de divulgacao do turismo em Minas, realizada pela Setur para o Governo de Minas. Locacao: Rafting no Rio Paraguacu - Extrema.  Producao Executiva: Marcelo Alvin Producao de Arte: Mariana Barbosa   Agencia TOM COMUNICACAO Direcao de Arte: Pedro Sales Foto: BRUNO MAGALHAES / AGENCIA NITRO Assistente: JOSE NEVES

Rafting no rio – Foto: Divulgação

Boia-cross

Gonçalves é aposta certa para quem busca adrenalina com o boia-cross pelas águas do Rio Capivari. A versão para iniciantes do passeio acontece em um trecho de 2 km com corredeiras suaves. A opção para os veteranos dura 3 km e tem quedas de até 4 metros.

credito conexão gonçalves

Boia cross

Paraquedismo 

Juiz de Fora é um bom cenário para quem quiser saltar de paraquedas, já que abriga um dos clubes de paraquedismo mais antigos do país, o Águias de Ouro, fundado em 1968.

paraquedismo

Paraquedismo

Gostou das nossas dicas? Compartilhe com seus amigos! Já praticou algum esporte de aventura em terras mineiras? Conta pra gente nos comentários!

cta_finalpost_roteiros
Postagens relacionadas
artesanato mineiro - credito marden couto
4 lugares para você comprar artesanato em Minas 
melhor forma de viajar - credito Luana Bastos
É melhor viajar de pacote, excursão ou por conta própria?
academia do cafe
10 cafeterias de Minas Gerais que você precisa conhecer
viagem de trem - turismo de minas
Viagem de trem de Belo Horizonte para Barão de Cocais, Catas Altas, Santa Bárbara e Caraça (com vídeo)
inhotim - credito Marden Couto
6 destinos bate e volta a partir de Belo Horizonte
4 Comentários

Deixe seu comentário

Seu comentário*

Seu nome*
Sua página da Web