Sabará - credito Marden Couto

Sabará: um roteiro pelos principais pontos turísticos

Em parceria com a Expedia Brasil produzimos uma matéria especial sobre Sabará e como a cidade é surpreendente! Situada na Estrada Real, a apenas 25 km de Belo Horizonte, o município guarda preciosidades arquitetônicas do período colonial.

Com mais de 300 anos de história, Sabará se destaca pela riqueza cultural e pelas belezas da arquitetura, que remetem ao período do ciclo do ouro. Destaque também para os eventos gastronômicos, que ressaltam os ingredientes locais e são imperdíveis.

 

Igrejas setecentistas

No centro histórico, estão algumas construções datadas da segunda metade do século XVIII, como a Igreja de Nossa Senhora do Rosário, um esqueleto de pedra que foi abandonado com a abolição da escravatura, e a Igreja de Nossa Senhora do Carmo, que abriga obras de Aleijadinho.

igreja do rosário - credito Marden Couto

Igreja de Nossa Senhora do Rosário (Fotos: Marden Couto / Turismo de Minas)

igreja do carmo - credito Marden Couto

Igreja de Nossa Senhora do Carmo

 

Tem ainda a Igreja de São Francisco, feita em alvenaria de pedra e dedicada a padroeira dos franciscanos Nossa Senhora Rainha dos Anjos, e a Igreja de Nossa Senhora das Mercês, com arquitetura típica das primeiras construções religiosas de Minas Gerais e decoração interna simples.

igreja de são francisco - credito Marden Couto

Igreja de São Francisco

igreja das mercês - credito Marden Couto

Igreja de Nossa Senhora das Mercês

 

Mais afastadas da área central, estão construções mais antigas, datadas da primeira metade do século. Um exemplo é a Igreja de Nossa Senhora da Conceição, feita em taipa de pilão e pau a pique, e a pequena Igreja de Nossa Senhora do Ó, singela por fora e deslumbrante por dentro. 

igreja da conceição - credito Marden Couto

Igreja de Nossa Senhora da Conceição

igreja do ó - credito Marden Couto

Igreja de Nossa Senhora do Ó

 

Semana Santa

Outro fator que também atrai turistas a Sabará todos os anos, é o turismo religioso. A Semana Santa é uma tradição da igreja católica e é celebrada na cidade desde o século XVIII. No centro histórico de Sabará, os eventos são organizados pelas paróquias de Nossa Senhora do Rosário e da Conceição, com a colaboração da comunidade em geral. Durante a semana acontecem missas, procissões, vigílias, encenações e grandes celebrações, que atraem centenas de pessoas.

 

Museu do Ouro

Visitar o Museu do Ouro é viajar no tempo. O casarão colonial onde funcionava a intendência e a fundição da cidade reúne itens relacionados à extração, fundição, cunhagem e controle do ouro, com destaque para o piso térreo de pedras redondas. 

museu do ouro - credito Marden Couto

Museu do Ouro

 

Chafariz do Kaquende

Desde 1757 as águas da nascente do Morro de São Francisco abastecem a cidade. Depois de caminhar pelas ladeiras históricas este é o lugar certo para matar a sede. Reza a lenda que quem bebe a água do Chafariz do Kaquende sempre volta à Sabará.

chafariz do kaquende - credito Marden Couto

Chafariz do Kaquende

 

Teatro Municipal

O Teatro Municipal, antigamente conhecido como Casa da Ópera, é o segundo teatro mais antigo do Brasil em funcionamento. O local é famoso não só pela arquitetura, mas também pelos frequentadores ilustres. Em 1831 teve a presença do o imperador Dom Pedro I e da imperatriz D. Amélia. E em 1881 foi a vez de receber Dom Pedro II. O espaço atualmente está fechado para reforma.

 

Artesanato

A Palma Barroca é muito comum na cidade, são arranjos de flores metálicas feitas a partir de lâmina de cobre, banhados a ouro e prata e utilizados em andores, oratórios e altares. A pouco tempo, a palma barroca passou a ser utilizada também como objeto de ornamentação nas casas e acessórios pessoais como bijuterias. Ela pode ser encontrada em lojinhas de artesanato no centro histórico. 

palma barroca - credito Marden Couto

Palma Barroca

 

Gastronomia

Sabará também conquista o turista pela boca. No distrito de Pompéu existem restaurantes caseiros, que servem a deliciosa comida mineira, feita no fogão à lenha. Anualmente, acontece na cidade dois eventos gastronômicos que atraem muitos visitantes: o Festival do Ora-Pro-Nobis e o Festival da Jabuticaba.

O Festival do Ora-Pro-Nobis, é um dos eventos mais tradicionais da cidade e, geralmente, acontece no mês de maio. O ora-pro-nobis é uma hortaliça muito  comum em Minas e acompanha diversos pratos, como costelinha e frango.

ora-pro-nobis - credito Marden Couto

Ora-Pro-Nobis

 

O Festival da Jabuticaba movimenta a cidade durante o mês de novembro, com degustação da fruta in natura, geleias, doces, compotas, sorvetes, rocamboles e outras variações de receitas à base da fruta.

festival da jabuticaba - credito Marden Couto

Produtos derivados da jabuticaba

 

Confira também as dicas de roteiro em Belo Horizonte no blog da Expedia Brasil

 

cta_finalpost_passeios_venda
Postagens relacionadas
Poços de Caldas
Poços de Caldas
São João del-Rei
São João del-Rei
Serro - credito Marden Couto
Serro: queijo, ladeira e muita história!  
capitólio - credito Marden Couto
5 atrativos essenciais de Capitólio para você conhecer
Diamantina - Passadiço da Glória
Diamantina
1 Comentário

Deixe seu comentário

Seu comentário*

Seu nome*
Sua página da Web