são thomé das letras

São Thomé das Letras: o que fazer na cidade dos duendes? (com vídeo)

Visitamos os principais pontos turísticos de São Thomé das Letras. Lá a vibe é bem alternativa e o público é variado, desde os hippies até a turma que gosta de queimar um baseado. Inclusive tem muita gente que vai pra lá e nunca mais volta, gosta tanto de São Thomé que acaba ficando por lá. 

Assista ao vídeo e veja o que fazer nesta cidade mística e em qual pousada ficar!

 

 

PONTOS TURÍSTICOS DE SÃO THOMÉ DAS LETRAS:

Portal de Entrada

Portal feito com a pedra que dá nome a cidade. No meio tem a imagem de São Thomé.

São Thomé das Letras - crédito Marden Couto/Turismo de Minas

Portal de entrada à São Thomé das Letras – Foto: Marden Couto/Turismo de Minas

 

Vale das Borboletas

Fica a 3 km do centro. A caminhada do estacionamento até a cachoeira é de 100 metros, bem facinho de chegar. E a entrada é gratuita. Como o próprio nome diz, o lugar é cheinho de borboletas.

São Thomé das Letras - crédito Marden Couto/Turismo de Minas

 

Parque Municipal Antônio Rosa:

O parque que tem o chão todo de pedra, abriga quatro atrativos turísticos, um ao lado do outro.

São Thomé das Letras - crédito Marden Couto/Turismo de Minas

Pedra da Bruxa

A pedra tem o formato de um rosto de bruxa e lá de cima tem uma vista linda da cidade e das montanhas.

São Thomé das Letras - crédito Marden Couto/Turismo de Minas

Cruzeiro

Foi construído no período colonial e até hoje as encenações da Semana Santa acontecem lá.

São Thomé das Letras - crédito Marden Couto/Turismo de Minas

Praça Terapia ao Pensamento

Lá você tem que construir sua pirâmide de pedra e fazer um desejo. Reza a lenda que quando outra pessoa derrubar sua pirâmide seus desejos serão realizados.

São Thomé das Letras - crédito Marden Couto/Turismo de Minas

Casa da Pirâmide

É o ponto turístico mais visitado de São Thomé das Letras. No por do sol muitas pessoas se reunem lá para assistir este espetáculo. 

São Thomé das Letras - crédito Marden Couto/Turismo de Minas

 

Igreja Matriz de São Thomé

Foi construída em 1785 e fica na Praça Barão de Alfenas.

São Thomé das Letras - crédito Marden Couto/Turismo de Minas

 

Igreja de Nossa Senhora do Rosário

O início das obras foi em 1833, mas com a revolta dos escravos ela só foi finalizada em 1999. Como a maioria das construções da cidade, ela foi feita com a pedra São Thomé, sem o uso de argamassa, tudo encaixado uma na outra.

São Thomé das Letras - crédito Marden Couto/Turismo de Minas

 

Gruta de São Thomé

Local onde foi encontrada a imagem de São Thomé, que deu nome a cidade. Como tinha também uma pintura rupestre, ficou São Thomé das Letras.

São Thomé das Letras - crédito Marden Couto/Turismo de Minas

 

ONDE COMER

Cafeteria Mineiroca

Essa cafeteria é linda tem café coado na hora no coador de pano e uma torta de banana deliciosa.

São Thomé das Letras - credito Marden Couto/Turismo de Minas

 

Restaurante O Alquimista

Este é o melhor restaurante da cidade. Comemos um baião mineiro que estava dos deuses!

São Thomé das Letras - credito Marden Couto/Turismo de Minas

 

ONDE SE HOSPEDAR

Pousada Antares

Fica no centrinho da cidade, ao lado da igreja matriz e deu pra gente fazer quase tudo a pé.

São Thomé das Letras - crédito Marden Couto/Turismo de Minas

 

Você conhece São Thomé das Letras? Conta pra gente aqui nos comentários quais são os seus lugares preferidos na cidade!

 

No novo GUIA DE VIAGEM MINAS GERAIS tem mais dicas sobre o estado. Clique aqui e receba em sua casa o único guia turístico do estado, com destinos imperdíveis, roteiros temáticos, dicas de blogueiros, receitas típicas, paradas nas estradas, dicionário de mineirês e mapas de Minas Gerais e da Estrada Real! 

cta_finalpost_passeios_venda
Postagens relacionadas
ouro preto - credito Marden Couto
Ouro Preto: descubra o que fazer pelas ladeiras históricas
Itabira
Itabira: conheça os principais pontos turísticos da terra de Drummond
monte verde - credito Marden Couto
Monte Verde: a vila mais charmosa de Minas Gerais 
Cânions em Capitólio
Capitólio
Monte Verde
Monte Verde
8 Comentários

Deixe uma resposta para Ana Maria Cancelar resposta

Seu comentário*

Seu nome*
Sua página da Web